O Local

O Santuário Ecológico

O Santuário Ecológico é o espaço consagrado à preservação do meio ambiente, refúgio de fauna e a flora, terra fértil para a difusão de sementes, tanto as fornecidas pela natureza como pelo conhecimento humano. Nosso objetivo é ser espaço para debate, reunir vozes e idéias que lancem luzes sobre o desenvolvimento ecologicamente sustentável.

Somos um centro holístico e de aprendizado multidisciplinar, voltado para o aprimoramento humano, científico, tecnológico e metafísico, em harmonia com o meio ambiente. Um pólo de desenvolvimento integral, com a missão de difundir sementes físicas e ideológicas dedicado à emergente cultura do amanhã.

No santuário, encontra-se a RPPN Grande Floresta das Araucárias e também a Casa dos Pesquisadores, infra-estrutura para a realização de projetos. Além disso, conta-se com alojamento, casas de hospedagem, refeitório e um auditório para a realização de palestras, vivências e oficinas.

A Reserva conta com trilhas que podem ser realizadas com o auxílio e presença de um guia local. São caminhos pelas florestas, repletos de rios, cachoeiras, esculturas geológicas e paisagens deslumbrantes dotadas de excepcional beleza cênica. O local é propício ao contato com a natureza, ao estudo, campo para pesquisa, introspecção e paz de espírito.

Convidamos os Amigos da Floresta a participar.

Infraestrutura

A infra-estrutura conta com casas, auditório, refeitório, capela e trilhas em meio à natureza e muito espaço.

Nas casas para hospedagem, foram utilizados materiais reciclados e de demolição.

Cada casa recebeu uma cor diferente para facilitar a localização.

A Casa Amarela possui 4 quartos, sendo 2 de casal, 2 de solteiro. Sala com lareira, sala de TV, 2 banheiros com chuveiro elétrico, copa, cozinha equipada (lista completa clique aqui) e varanda com mesa e churrasqueira.

Comporta até 8 pessoas.


As casas estão sujeitas a algumas normas e regulamentos expostos a seguir:

NORMAS DE USO DO ESPAÇO E ALOJAMENTO

Bem vindo ao Santuário Ecológico, RPPN Grande Floresta das Araucárias, a casa dos animais e plantas.

A fim de conciliar de forma sustentável as atividades eco turísticas e de conservação ambiental cerne do projeto, solicitamos a especial atenção e colaboração quanto a regras e leis que se seguem:

1. As chaves dos alojamentos são de responsabilidade dos visitantes e devem ser devolvidas na saída;

2. Para segurança de pessoas e animais em estradas de terra e mão única, solicitamos trafegar dentro da propriedade em velocidade máxima de 30 km/h, bem como não atravessar rios em dias de chuva, e manter porteiras fechadas;

3. Favor separe o lixo orgânico do reciclável seco nas lixeiras disponíveis. Ao deixar o alojamento leve todo o lixo "seco" produzido durante a estadia e deposite na "casinha do lixo" localizada na 1ª bifurcação na entrada da estrada para o Campo novo;

4. A lei proíbe queimar qualquer tipo de lixo (Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98), ou fazer fogo/fogueiras (Art. 250, do Código Penal) em área de RPPN e seu entorno, devido ao risco de incêndio florestal que a prática representa; a exceção de churrasqueiras, fogão a lenha e lareiras disponíveis nas casas e infra-estruturas;

5. A lei proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, pescar, coletar amostras e levar exemplares de fauna e flora. (Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98 – Art. 29);

6. É vetado fumar dentro das casas em respeito aos não fumantes, para o descarte de guimbas deve ser utilizado o pratinho de areia disponível nas varandas. Quando a campo é necessário trazer qualquer lixo não orgânico de volta ao alojamento para descarte em local apropriado;

7. A lei proíbe danificar placas de sinalização e equipamentos destinados a segurança ou utilizar extintores de incêndio fora de situação de emergência. (Art. 163, do Código Penal);

8. Os utensílios, móveis e demais objetos disponíveis no alojamento, são de uso exclusivo da casa, e não devem ser levadas a campo. Solicitamos utilizar com zelo a fim de deixar em condições de uso para os próximos visitantes. Caso observe algo quebrado ou danificado, entupido, não funcionando, favor informar na recepção para providências;

9. Nas saídas a campo faça silêncio, o ruído "afugenta" os animais, dificultando o avistamento de fauna, aproveite a oportunidade para desfrutar da paz, silêncio a até música, que a natureza proporciona;

10. Evite aproximar-se do gado, vacas com bezerros podem "investir" nas pessoas;

11. Existem diversas espécies de insetos, aranhas e cobras inclusive venenosos na região, é indicado a campo visando à proteção utilizar calça, manga comprida, chapéu, repelente, bota de cano alto, ou caneleira e um cajado de apoio nas expedições a pé;

12. O visitante é responsável por sua segurança pessoal diante dos riscos inerentes a exposição aos elementos e a natureza em geral, ao percorrer trilhas recomenda-se atenção: ao horário, ao clima, ao condicionamento pessoal, a locais íngremes ou escorregadios, de difícil acesso, de mata fechada, sendo desaconselhável sair para caminhar a pé em dias de raios ou fortes temporais;

13. As Fazendas Reunidas Campo Novo e RPPN Grande Floresta das Araucárias não se responsabilizam por objetos de valor deixados nas casas. (Recomenda-se quando sair deixar a casa fechada);

14. Em caso de emergência dispomos de telefone e internet na casa rosa na entrada da Fazenda;

15. Ao deixar a casa certifique-se de verificar: torneiras de água, gás, luzes e janelas, e trancar portas. Procure deixar o alojamento como encontrou!

Agradecemos a visita e colaboração! Desejamos que desfrutem uma ótima estadia!

A casa rosa fica situada na entrada da fazenda e é onde funciona a Recepção.


As casas estão sujeitas a algumas normas e regulamentos expostos a seguir:

NORMAS DE USO DO ESPAÇO E ALOJAMENTO

Bem vindo ao Santuário Ecológico, RPPN Grande Floresta das Araucárias, a casa dos animais e plantas.

A fim de conciliar de forma sustentável as atividades eco turísticas e de conservação ambiental cerne do projeto, solicitamos a especial atenção e colaboração quanto a regras e leis que se seguem:

1. As chaves dos alojamentos são de responsabilidade dos visitantes e devem ser devolvidas na saída;

2. Para segurança de pessoas e animais em estradas de terra e mão única, solicitamos trafegar dentro da propriedade em velocidade máxima de 30 km/h, bem como não atravessar rios em dias de chuva, e manter porteiras fechadas;

3. Favor separe o lixo orgânico do reciclável seco nas lixeiras disponíveis. Ao deixar o alojamento leve todo o lixo "seco" produzido durante a estadia e deposite na "casinha do lixo" localizada na 1ª bifurcação na entrada da estrada para o Campo novo;

4. A lei proíbe queimar qualquer tipo de lixo (Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98), ou fazer fogo/fogueiras (Art. 250, do Código Penal) em área de RPPN e seu entorno, devido ao risco de incêndio florestal que a prática representa; a exceção de churrasqueiras, fogão a lenha e lareiras disponíveis nas casas e infra-estruturas;

5. A lei proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, pescar, coletar amostras e levar exemplares de fauna e flora. (Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98 – Art. 29);

6. É vetado fumar dentro das casas em respeito aos não fumantes, para o descarte de guimbas deve ser utilizado o pratinho de areia disponível nas varandas. Quando a campo é necessário trazer qualquer lixo não orgânico de volta ao alojamento para descarte em local apropriado;

7. A lei proíbe danificar placas de sinalização e equipamentos destinados a segurança ou utilizar extintores de incêndio fora de situação de emergência. (Art. 163, do Código Penal);

8. Os utensílios, móveis e demais objetos disponíveis no alojamento, são de uso exclusivo da casa, e não devem ser levadas a campo. Solicitamos utilizar com zelo a fim de deixar em condições de uso para os próximos visitantes. Caso observe algo quebrado ou danificado, entupido, não funcionando, favor informar na recepção para providências;

9. Nas saídas a campo faça silêncio, o ruído "afugenta" os animais, dificultando o avistamento de fauna, aproveite a oportunidade para desfrutar da paz, silêncio a até música, que a natureza proporciona;

10. Evite aproximar-se do gado, vacas com bezerros podem "investir" nas pessoas;

11. Existem diversas espécies de insetos, aranhas e cobras inclusive venenosos na região, é indicado a campo visando à proteção utilizar calça, manga comprida, chapéu, repelente, bota de cano alto, ou caneleira e um cajado de apoio nas expedições a pé;

12. O visitante é responsável por sua segurança pessoal diante dos riscos inerentes a exposição aos elementos e a natureza em geral, ao percorrer trilhas recomenda-se atenção: ao horário, ao clima, ao condicionamento pessoal, a locais íngremes ou escorregadios, de difícil acesso, de mata fechada, sendo desaconselhável sair para caminhar a pé em dias de raios ou fortes temporais;

13. As Fazendas Reunidas Campo Novo e RPPN Grande Floresta das Araucárias não se responsabilizam por objetos de valor deixados nas casas. (Recomenda-se quando sair deixar a casa fechada);

14. Em caso de emergência dispomos de telefone e internet na casa rosa na entrada da Fazenda;

15. Ao deixar a casa certifique-se de verificar: torneiras de água, gás, luzes e janelas, e trancar portas. Procure deixar o alojamento como encontrou!

Agradecemos a visita e colaboração! Desejamos que desfrutem uma ótima estadia!

É uma casa em estilo alpino, situada no alto de uma colina, com vista panorâmica, dispõe de 4 quartos, todos com varandas, sendo 2 de casal e 2 de solteiro com bicamas, 2 banheiros com chuveiro elétrico, 1 lavabo, sala com lareira e cozinha equipada (lista completa clique aqui).

Comporta de 8 a 10 pessoas.


As casas estão sujeitas a algumas normas e regulamentos expostos a seguir:

NORMAS DE USO DO ESPAÇO E ALOJAMENTO

Bem vindo ao Santuário Ecológico, RPPN Grande Floresta das Araucárias, a casa dos animais e plantas.

A fim de conciliar de forma sustentável as atividades eco turísticas e de conservação ambiental cerne do projeto, solicitamos a especial atenção e colaboração quanto a regras e leis que se seguem:

1. As chaves dos alojamentos são de responsabilidade dos visitantes e devem ser devolvidas na saída;

2. Para segurança de pessoas e animais em estradas de terra e mão única, solicitamos trafegar dentro da propriedade em velocidade máxima de 30 km/h, bem como não atravessar rios em dias de chuva, e manter porteiras fechadas;

3. Favor separe o lixo orgânico do reciclável seco nas lixeiras disponíveis. Ao deixar o alojamento leve todo o lixo "seco" produzido durante a estadia e deposite na "casinha do lixo" localizada na 1ª bifurcação na entrada da estrada para o Campo novo;

4. A lei proíbe queimar qualquer tipo de lixo (Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98), ou fazer fogo/fogueiras (Art. 250, do Código Penal) em área de RPPN e seu entorno, devido ao risco de incêndio florestal que a prática representa; a exceção de churrasqueiras, fogão a lenha e lareiras disponíveis nas casas e infra-estruturas;

5. A lei proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, pescar, coletar amostras e levar exemplares de fauna e flora. (Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98 – Art. 29);

6. É vetado fumar dentro das casas em respeito aos não fumantes, para o descarte de guimbas deve ser utilizado o pratinho de areia disponível nas varandas. Quando a campo é necessário trazer qualquer lixo não orgânico de volta ao alojamento para descarte em local apropriado;

7. A lei proíbe danificar placas de sinalização e equipamentos destinados a segurança ou utilizar extintores de incêndio fora de situação de emergência. (Art. 163, do Código Penal);

8. Os utensílios, móveis e demais objetos disponíveis no alojamento, são de uso exclusivo da casa, e não devem ser levadas a campo. Solicitamos utilizar com zelo a fim de deixar em condições de uso para os próximos visitantes. Caso observe algo quebrado ou danificado, entupido, não funcionando, favor informar na recepção para providências;

9. Nas saídas a campo faça silêncio, o ruído "afugenta" os animais, dificultando o avistamento de fauna, aproveite a oportunidade para desfrutar da paz, silêncio a até música, que a natureza proporciona;

10. Evite aproximar-se do gado, vacas com bezerros podem "investir" nas pessoas;

11. Existem diversas espécies de insetos, aranhas e cobras inclusive venenosos na região, é indicado a campo visando à proteção utilizar calça, manga comprida, chapéu, repelente, bota de cano alto, ou caneleira e um cajado de apoio nas expedições a pé;

12. O visitante é responsável por sua segurança pessoal diante dos riscos inerentes a exposição aos elementos e a natureza em geral, ao percorrer trilhas recomenda-se atenção: ao horário, ao clima, ao condicionamento pessoal, a locais íngremes ou escorregadios, de difícil acesso, de mata fechada, sendo desaconselhável sair para caminhar a pé em dias de raios ou fortes temporais;

13. As Fazendas Reunidas Campo Novo e RPPN Grande Floresta das Araucárias não se responsabilizam por objetos de valor deixados nas casas. (Recomenda-se quando sair deixar a casa fechada);

14. Em caso de emergência dispomos de telefone e internet na casa rosa na entrada da Fazenda;

15. Ao deixar a casa certifique-se de verificar: torneiras de água, gás, luzes e janelas, e trancar portas. Procure deixar o alojamento como encontrou!

Agradecemos a visita e colaboração! Desejamos que desfrutem uma ótima estadia!

A casa azul é a mais próxima ao auditório. Possui 5 quartos com beliches, sala com lareira no piso superior, 3 banheiros com chuveiro elétrico e 1 vestiário, sala de jantar com fogão a lenha, cozinha equipada (lista completa clique aqui) e varanda com mesa e churrasqueira.

Comporta até 18 pessoas.


As casas estão sujeitas a algumas normas e regulamentos expostos a seguir:

NORMAS DE USO DO ESPAÇO E ALOJAMENTO

Bem vindo ao Santuário Ecológico, RPPN Grande Floresta das Araucárias, a casa dos animais e plantas.

A fim de conciliar de forma sustentável as atividades eco turísticas e de conservação ambiental cerne do projeto, solicitamos a especial atenção e colaboração quanto a regras e leis que se seguem:

1. As chaves dos alojamentos são de responsabilidade dos visitantes e devem ser devolvidas na saída;

2. Para segurança de pessoas e animais em estradas de terra e mão única, solicitamos trafegar dentro da propriedade em velocidade máxima de 30 km/h, bem como não atravessar rios em dias de chuva, e manter porteiras fechadas;

3. Favor separe o lixo orgânico do reciclável seco nas lixeiras disponíveis. Ao deixar o alojamento leve todo o lixo "seco" produzido durante a estadia e deposite na "casinha do lixo" localizada na 1ª bifurcação na entrada da estrada para o Campo novo;

4. A lei proíbe queimar qualquer tipo de lixo (Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98), ou fazer fogo/fogueiras (Art. 250, do Código Penal) em área de RPPN e seu entorno, devido ao risco de incêndio florestal que a prática representa; a exceção de churrasqueiras, fogão a lenha e lareiras disponíveis nas casas e infra-estruturas;

5. A lei proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, pescar, coletar amostras e levar exemplares de fauna e flora. (Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98 – Art. 29);

6. É vetado fumar dentro das casas em respeito aos não fumantes, para o descarte de guimbas deve ser utilizado o pratinho de areia disponível nas varandas. Quando a campo é necessário trazer qualquer lixo não orgânico de volta ao alojamento para descarte em local apropriado;

7. A lei proíbe danificar placas de sinalização e equipamentos destinados a segurança ou utilizar extintores de incêndio fora de situação de emergência. (Art. 163, do Código Penal);

8. Os utensílios, móveis e demais objetos disponíveis no alojamento, são de uso exclusivo da casa, e não devem ser levadas a campo. Solicitamos utilizar com zelo a fim de deixar em condições de uso para os próximos visitantes. Caso observe algo quebrado ou danificado, entupido, não funcionando, favor informar na recepção para providências;

9. Nas saídas a campo faça silêncio, o ruído "afugenta" os animais, dificultando o avistamento de fauna, aproveite a oportunidade para desfrutar da paz, silêncio a até música, que a natureza proporciona;

10. Evite aproximar-se do gado, vacas com bezerros podem "investir" nas pessoas;

11. Existem diversas espécies de insetos, aranhas e cobras inclusive venenosos na região, é indicado a campo visando à proteção utilizar calça, manga comprida, chapéu, repelente, bota de cano alto, ou caneleira e um cajado de apoio nas expedições a pé;

12. O visitante é responsável por sua segurança pessoal diante dos riscos inerentes a exposição aos elementos e a natureza em geral, ao percorrer trilhas recomenda-se atenção: ao horário, ao clima, ao condicionamento pessoal, a locais íngremes ou escorregadios, de difícil acesso, de mata fechada, sendo desaconselhável sair para caminhar a pé em dias de raios ou fortes temporais;

13. As Fazendas Reunidas Campo Novo e RPPN Grande Floresta das Araucárias não se responsabilizam por objetos de valor deixados nas casas. (Recomenda-se quando sair deixar a casa fechada);

14. Em caso de emergência dispomos de telefone e internet na casa rosa na entrada da Fazenda;

15. Ao deixar a casa certifique-se de verificar: torneiras de água, gás, luzes e janelas, e trancar portas. Procure deixar o alojamento como encontrou!

Agradecemos a visita e colaboração! Desejamos que desfrutem uma ótima estadia!

Comporta até 6 pessoas.


As casas estão sujeitas a algumas normas e regulamentos expostos a seguir:

NORMAS DE USO DO ESPAÇO E ALOJAMENTO

Bem vindo ao Santuário Ecológico, RPPN Grande Floresta das Araucárias, a casa dos animais e plantas.

A fim de conciliar de forma sustentável as atividades eco turísticas e de conservação ambiental cerne do projeto, solicitamos a especial atenção e colaboração quanto a regras e leis que se seguem:

1. As chaves dos alojamentos são de responsabilidade dos visitantes e devem ser devolvidas na saída;

2. Para segurança de pessoas e animais em estradas de terra e mão única, solicitamos trafegar dentro da propriedade em velocidade máxima de 30 km/h, bem como não atravessar rios em dias de chuva, e manter porteiras fechadas;

3. Favor separe o lixo orgânico do reciclável seco nas lixeiras disponíveis. Ao deixar o alojamento leve todo o lixo "seco" produzido durante a estadia e deposite na "casinha do lixo" localizada na 1ª bifurcação na entrada da estrada para o Campo novo;

4. A lei proíbe queimar qualquer tipo de lixo (Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98), ou fazer fogo/fogueiras (Art. 250, do Código Penal) em área de RPPN e seu entorno, devido ao risco de incêndio florestal que a prática representa; a exceção de churrasqueiras, fogão a lenha e lareiras disponíveis nas casas e infra-estruturas;

5. A lei proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, pescar, coletar amostras e levar exemplares de fauna e flora. (Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98 – Art. 29);

6. É vetado fumar dentro das casas em respeito aos não fumantes, para o descarte de guimbas deve ser utilizado o pratinho de areia disponível nas varandas. Quando a campo é necessário trazer qualquer lixo não orgânico de volta ao alojamento para descarte em local apropriado;

7. A lei proíbe danificar placas de sinalização e equipamentos destinados a segurança ou utilizar extintores de incêndio fora de situação de emergência. (Art. 163, do Código Penal);

8. Os utensílios, móveis e demais objetos disponíveis no alojamento, são de uso exclusivo da casa, e não devem ser levadas a campo. Solicitamos utilizar com zelo a fim de deixar em condições de uso para os próximos visitantes. Caso observe algo quebrado ou danificado, entupido, não funcionando, favor informar na recepção para providências;

9. Nas saídas a campo faça silêncio, o ruído "afugenta" os animais, dificultando o avistamento de fauna, aproveite a oportunidade para desfrutar da paz, silêncio a até música, que a natureza proporciona;

10. Evite aproximar-se do gado, vacas com bezerros podem "investir" nas pessoas;

11. Existem diversas espécies de insetos, aranhas e cobras inclusive venenosos na região, é indicado a campo visando à proteção utilizar calça, manga comprida, chapéu, repelente, bota de cano alto, ou caneleira e um cajado de apoio nas expedições a pé;

12. O visitante é responsável por sua segurança pessoal diante dos riscos inerentes a exposição aos elementos e a natureza em geral, ao percorrer trilhas recomenda-se atenção: ao horário, ao clima, ao condicionamento pessoal, a locais íngremes ou escorregadios, de difícil acesso, de mata fechada, sendo desaconselhável sair para caminhar a pé em dias de raios ou fortes temporais;

13. As Fazendas Reunidas Campo Novo e RPPN Grande Floresta das Araucárias não se responsabilizam por objetos de valor deixados nas casas. (Recomenda-se quando sair deixar a casa fechada);

14. Em caso de emergência dispomos de telefone e internet na casa rosa na entrada da Fazenda;

15. Ao deixar a casa certifique-se de verificar: torneiras de água, gás, luzes e janelas, e trancar portas. Procure deixar o alojamento como encontrou!

Agradecemos a visita e colaboração! Desejamos que desfrutem uma ótima estadia!

A Casa Verde possui dois pisos independentes.

O piso superior dispõe de 3 quartos, 2 banheiros com chuveiro elétrico, sala integrada com copa, cozinha equipada (lista completa clique aqui) e varanda.

Comporta até 12 pessoas.

O piso inferior conta com dormitório amplo, 2 banheiros com chuveiro elétrico, copa, cozinha(lista completa clique aqui) e varanda com churrasqueira.

Comporta de 6 a 8 pessoas.

Os dois pisos possuem entradas independentes, podendo ser usados junto ou separadamente.


As casas estão sujeitas a algumas normas e regulamentos expostos a seguir:

NORMAS DE USO DO ESPAÇO E ALOJAMENTO

Bem vindo ao Santuário Ecológico, RPPN Grande Floresta das Araucárias, a casa dos animais e plantas.

A fim de conciliar de forma sustentável as atividades eco turísticas e de conservação ambiental cerne do projeto, solicitamos a especial atenção e colaboração quanto a regras e leis que se seguem:

1. As chaves dos alojamentos são de responsabilidade dos visitantes e devem ser devolvidas na saída;

2. Para segurança de pessoas e animais em estradas de terra e mão única, solicitamos trafegar dentro da propriedade em velocidade máxima de 30 km/h, bem como não atravessar rios em dias de chuva, e manter porteiras fechadas;

3. Favor separe o lixo orgânico do reciclável seco nas lixeiras disponíveis. Ao deixar o alojamento leve todo o lixo "seco" produzido durante a estadia e deposite na "casinha do lixo" localizada na 1ª bifurcação na entrada da estrada para o Campo novo;

4. A lei proíbe queimar qualquer tipo de lixo (Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98), ou fazer fogo/fogueiras (Art. 250, do Código Penal) em área de RPPN e seu entorno, devido ao risco de incêndio florestal que a prática representa; a exceção de churrasqueiras, fogão a lenha e lareiras disponíveis nas casas e infra-estruturas;

5. A lei proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, pescar, coletar amostras e levar exemplares de fauna e flora. (Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98 – Art. 29);

6. É vetado fumar dentro das casas em respeito aos não fumantes, para o descarte de guimbas deve ser utilizado o pratinho de areia disponível nas varandas. Quando a campo é necessário trazer qualquer lixo não orgânico de volta ao alojamento para descarte em local apropriado;

7. A lei proíbe danificar placas de sinalização e equipamentos destinados a segurança ou utilizar extintores de incêndio fora de situação de emergência. (Art. 163, do Código Penal);

8. Os utensílios, móveis e demais objetos disponíveis no alojamento, são de uso exclusivo da casa, e não devem ser levadas a campo. Solicitamos utilizar com zelo a fim de deixar em condições de uso para os próximos visitantes. Caso observe algo quebrado ou danificado, entupido, não funcionando, favor informar na recepção para providências;

9. Nas saídas a campo faça silêncio, o ruído "afugenta" os animais, dificultando o avistamento de fauna, aproveite a oportunidade para desfrutar da paz, silêncio a até música, que a natureza proporciona;

10. Evite aproximar-se do gado, vacas com bezerros podem "investir" nas pessoas;

11. Existem diversas espécies de insetos, aranhas e cobras inclusive venenosos na região, é indicado a campo visando à proteção utilizar calça, manga comprida, chapéu, repelente, bota de cano alto, ou caneleira e um cajado de apoio nas expedições a pé;

12. O visitante é responsável por sua segurança pessoal diante dos riscos inerentes a exposição aos elementos e a natureza em geral, ao percorrer trilhas recomenda-se atenção: ao horário, ao clima, ao condicionamento pessoal, a locais íngremes ou escorregadios, de difícil acesso, de mata fechada, sendo desaconselhável sair para caminhar a pé em dias de raios ou fortes temporais;

13. As Fazendas Reunidas Campo Novo e RPPN Grande Floresta das Araucárias não se responsabilizam por objetos de valor deixados nas casas. (Recomenda-se quando sair deixar a casa fechada);

14. Em caso de emergência dispomos de telefone e internet na casa rosa na entrada da Fazenda;

15. Ao deixar a casa certifique-se de verificar: torneiras de água, gás, luzes e janelas, e trancar portas. Procure deixar o alojamento como encontrou!

Agradecemos a visita e colaboração! Desejamos que desfrutem uma ótima estadia!

Casa sede da fazenda, construída em estilo normando e dispõe de vista panorâmica, será em breve um museu, biblioteca e um centro de convivência com café e adega.


As casas estão sujeitas a algumas normas e regulamentos expostos a seguir:

NORMAS DE USO DO ESPAÇO E ALOJAMENTO

Bem vindo ao Santuário Ecológico, RPPN Grande Floresta das Araucárias, a casa dos animais e plantas.

A fim de conciliar de forma sustentável as atividades eco turísticas e de conservação ambiental cerne do projeto, solicitamos a especial atenção e colaboração quanto a regras e leis que se seguem:

1. As chaves dos alojamentos são de responsabilidade dos visitantes e devem ser devolvidas na saída;

2. Para segurança de pessoas e animais em estradas de terra e mão única, solicitamos trafegar dentro da propriedade em velocidade máxima de 30 km/h, bem como não atravessar rios em dias de chuva, e manter porteiras fechadas;

3. Favor separe o lixo orgânico do reciclável seco nas lixeiras disponíveis. Ao deixar o alojamento leve todo o lixo "seco" produzido durante a estadia e deposite na "casinha do lixo" localizada na 1ª bifurcação na entrada da estrada para o Campo novo;

4. A lei proíbe queimar qualquer tipo de lixo (Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98), ou fazer fogo/fogueiras (Art. 250, do Código Penal) em área de RPPN e seu entorno, devido ao risco de incêndio florestal que a prática representa; a exceção de churrasqueiras, fogão a lenha e lareiras disponíveis nas casas e infra-estruturas;

5. A lei proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, pescar, coletar amostras e levar exemplares de fauna e flora. (Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98 – Art. 29);

6. É vetado fumar dentro das casas em respeito aos não fumantes, para o descarte de guimbas deve ser utilizado o pratinho de areia disponível nas varandas. Quando a campo é necessário trazer qualquer lixo não orgânico de volta ao alojamento para descarte em local apropriado;

7. A lei proíbe danificar placas de sinalização e equipamentos destinados a segurança ou utilizar extintores de incêndio fora de situação de emergência. (Art. 163, do Código Penal);

8. Os utensílios, móveis e demais objetos disponíveis no alojamento, são de uso exclusivo da casa, e não devem ser levadas a campo. Solicitamos utilizar com zelo a fim de deixar em condições de uso para os próximos visitantes. Caso observe algo quebrado ou danificado, entupido, não funcionando, favor informar na recepção para providências;

9. Nas saídas a campo faça silêncio, o ruído "afugenta" os animais, dificultando o avistamento de fauna, aproveite a oportunidade para desfrutar da paz, silêncio a até música, que a natureza proporciona;

10. Evite aproximar-se do gado, vacas com bezerros podem "investir" nas pessoas;

11. Existem diversas espécies de insetos, aranhas e cobras inclusive venenosos na região, é indicado a campo visando à proteção utilizar calça, manga comprida, chapéu, repelente, bota de cano alto, ou caneleira e um cajado de apoio nas expedições a pé;

12. O visitante é responsável por sua segurança pessoal diante dos riscos inerentes a exposição aos elementos e a natureza em geral, ao percorrer trilhas recomenda-se atenção: ao horário, ao clima, ao condicionamento pessoal, a locais íngremes ou escorregadios, de difícil acesso, de mata fechada, sendo desaconselhável sair para caminhar a pé em dias de raios ou fortes temporais;

13. As Fazendas Reunidas Campo Novo e RPPN Grande Floresta das Araucárias não se responsabilizam por objetos de valor deixados nas casas. (Recomenda-se quando sair deixar a casa fechada);

14. Em caso de emergência dispomos de telefone e internet na casa rosa na entrada da Fazenda;

15. Ao deixar a casa certifique-se de verificar: torneiras de água, gás, luzes e janelas, e trancar portas. Procure deixar o alojamento como encontrou!

Agradecemos a visita e colaboração! Desejamos que desfrutem uma ótima estadia!

Esta casa serve para abrigar os pesquisadores e projetos desenvolvidos na RPPN GFA. Está em funcionamento desde 2013 e tem abrigado diversos grupos de pesquisadores de universidades do Brasil e do mundo.

Oferece 7 quartos, 4 banheiros com chuveiro elétrico, 1 vestiário, sala de estar, sala de jantar, copa, cozinha equipada(lista completa clique aqui) e varanda com mesa e churrasqueira.

Comporta até 42 pessoas.


As casas estão sujeitas a algumas normas e regulamentos expostos a seguir:

NORMAS DE USO DO ESPAÇO E ALOJAMENTO

Bem vindo ao Santuário Ecológico, RPPN Grande Floresta das Araucárias, a casa dos animais e plantas.

A fim de conciliar de forma sustentável as atividades eco turísticas e de conservação ambiental cerne do projeto, solicitamos a especial atenção e colaboração quanto a regras e leis que se seguem:

1. As chaves dos alojamentos são de responsabilidade dos visitantes e devem ser devolvidas na saída;

2. Para segurança de pessoas e animais em estradas de terra e mão única, solicitamos trafegar dentro da propriedade em velocidade máxima de 30 km/h, bem como não atravessar rios em dias de chuva, e manter porteiras fechadas;

3. Favor separe o lixo orgânico do reciclável seco nas lixeiras disponíveis. Ao deixar o alojamento leve todo o lixo "seco" produzido durante a estadia e deposite na "casinha do lixo" localizada na 1ª bifurcação na entrada da estrada para o Campo novo;

4. A lei proíbe queimar qualquer tipo de lixo (Lei de Crimes Ambientais nº 9.605/98), ou fazer fogo/fogueiras (Art. 250, do Código Penal) em área de RPPN e seu entorno, devido ao risco de incêndio florestal que a prática representa; a exceção de churrasqueiras, fogão a lenha e lareiras disponíveis nas casas e infra-estruturas;

5. A lei proíbe matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, pescar, coletar amostras e levar exemplares de fauna e flora. (Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98 – Art. 29);

6. É vetado fumar dentro das casas em respeito aos não fumantes, para o descarte de guimbas deve ser utilizado o pratinho de areia disponível nas varandas. Quando a campo é necessário trazer qualquer lixo não orgânico de volta ao alojamento para descarte em local apropriado;

7. A lei proíbe danificar placas de sinalização e equipamentos destinados a segurança ou utilizar extintores de incêndio fora de situação de emergência. (Art. 163, do Código Penal);

8. Os utensílios, móveis e demais objetos disponíveis no alojamento, são de uso exclusivo da casa, e não devem ser levadas a campo. Solicitamos utilizar com zelo a fim de deixar em condições de uso para os próximos visitantes. Caso observe algo quebrado ou danificado, entupido, não funcionando, favor informar na recepção para providências;

9. Nas saídas a campo faça silêncio, o ruído "afugenta" os animais, dificultando o avistamento de fauna, aproveite a oportunidade para desfrutar da paz, silêncio a até música, que a natureza proporciona;

10. Evite aproximar-se do gado, vacas com bezerros podem "investir" nas pessoas;

11. Existem diversas espécies de insetos, aranhas e cobras inclusive venenosos na região, é indicado a campo visando à proteção utilizar calça, manga comprida, chapéu, repelente, bota de cano alto, ou caneleira e um cajado de apoio nas expedições a pé;

12. O visitante é responsável por sua segurança pessoal diante dos riscos inerentes a exposição aos elementos e a natureza em geral, ao percorrer trilhas recomenda-se atenção: ao horário, ao clima, ao condicionamento pessoal, a locais íngremes ou escorregadios, de difícil acesso, de mata fechada, sendo desaconselhável sair para caminhar a pé em dias de raios ou fortes temporais;

13. As Fazendas Reunidas Campo Novo e RPPN Grande Floresta das Araucárias não se responsabilizam por objetos de valor deixados nas casas. (Recomenda-se quando sair deixar a casa fechada);

14. Em caso de emergência dispomos de telefone e internet na casa rosa na entrada da Fazenda;

15. Ao deixar a casa certifique-se de verificar: torneiras de água, gás, luzes e janelas, e trancar portas. Procure deixar o alojamento como encontrou!

Agradecemos a visita e colaboração! Desejamos que desfrutem uma ótima estadia!

O Auditório ainda está em fase de construção. Poderá acomodar até 200 pessoas.

Será construído junto ao auditório.

A capela é fruto de uma promessa em prol da reserva.

Trilhas

Algumas trilhas foram demarcadas com o intuito de oferecer aos visitantes a possibilidade de visitar a Grande Floresta das Araucárias e contemplar suas belezas naturais. Estas trilhas possuem graus de dificuldades variadas e podem ser escolhidas em função das características e propósitos do grupo.

Vale lembrar que estas trilhas encontram-se em área protegida e só podem ser visitadas mediante agendamento prévio e acompanhamento de guia local.

É uma trilha de grau de dificuldade leve e pode ser feita por adultos, crianças acompanhadas dos pais e terceira idade. É de grande apelo estético e nela é possível verificar o bosque de araucárias (Floresta Ombrófila Mista). Possui uma cascata e alguns poços onde é possível tomar banho. O tempo médio de caminhada é de cerca de 30 minutos até a Cascatinha das Fadas.


Recomendações úteis para trilhas e passeios na propriedade:

- Por ser um local de grande humidade, é necessário o uso de botas de cano alto. Galochas de borracha são ideais;

- Lembrar que por ser próximo aos pontos mais altos do Estado, a temperatura pode cair rapidamente, então sempre leve roupas impermeáveis, agasalho e meias extras;

- Em dias de chuva não cruze rios, o volume de água aumenta ocasionando riscos à travessia;

- Não saia a pé em dias de tempestades, quando ocorram raios;

- Leve sempre algum alimento;

- Leve agasalho e roupas impermeáveis;

- Traga sempre seu lixo de volta;

- Use repelentes caso queira, porem evite usa-los se for entrar nos rios. Assim como outros produtos químicos, shampoo, bronzeadores e etc;

- Você sabe se é alérgico a picadas de abelhas, vespas e outros insetos? Certifique-se. Em caso afirmativo, é importante dispor de antialérgico para o caso de necessidade;

- Lembre-se que você está num santuário, casa dos animais e plantas. Cultive o silencio e a contemplação ao longo dos trajetos, será revigorante escutar a natureza.

Esta trilha é de dificuldade intermediária. Possui trechos alagados e outros pedregosos. Ainda na chegada a mesma, logo verifica-se que o rio passa a correr por debaixo das pedras. Conduz até uma cachoeira que forma um grande chuveirão. É possível banhar-se e contemplar a maneira em que a água some entre as pedras. O nome de Cachoeira Escondida é uma curiosidade que deixamos para os visitantes descobrirem. Tempo médio até a cachoeira é de 2 horas.


Recomendações úteis para trilhas e passeios na propriedade:

- Por ser um local de grande humidade, é necessário o uso de botas de cano alto. Galochas de borracha são ideais;

- Lembrar que por ser próximo aos pontos mais altos do Estado, a temperatura pode cair rapidamente, então sempre leve roupas impermeáveis, agasalho e meias extras;

- Em dias de chuva não cruze rios, o volume de água aumenta ocasionando riscos à travessia;

- Não saia a pé em dias de tempestades, quando ocorram raios;

- Leve sempre algum alimento;

- Leve agasalho e roupas impermeáveis;

- Traga sempre seu lixo de volta;

- Use repelentes caso queira, porem evite usa-los se for entrar nos rios. Assim como outros produtos químicos, shampoo, bronzeadores e etc;

- Você sabe se é alérgico a picadas de abelhas, vespas e outros insetos? Certifique-se. Em caso afirmativo, é importante dispor de antialérgico para o caso de necessidade;

- Lembre-se que você está num santuário, casa dos animais e plantas. Cultive o silencio e a contemplação ao longo dos trajetos, será revigorante escutar a natureza.

É uma trilha de nível intermediário. O Trajeto é feito pelo leito do rio Arroio Grande, um afluente do Rio Campo Novo do Sul. A maior parte do caminho é feita pelo leito seco do rio que corre por baixo das pedras, aparecendo novamente na queda da uma cachoeira após duas horas de caminhada. Desta vez, o caminho parece ser uma grande avalanche de pedras e é possível contemplar formações rochosas ao longo do caminho que remontam a outras eras geológicas. A cachoeira do Arroio Grande está enquadrada num belíssimo cenário, possui um poço de águas geladas onde recomenda-se apenas tirar fotos, silenciar e agradecer.


Recomendações úteis para trilhas e passeios na propriedade:

- Por ser um local de grande humidade, é necessário o uso de botas de cano alto. Galochas de borracha são ideais;

- Lembrar que por ser próximo aos pontos mais altos do Estado, a temperatura pode cair rapidamente, então sempre leve roupas impermeáveis, agasalho e meias extras;

- Em dias de chuva não cruze rios, o volume de água aumenta ocasionando riscos à travessia;

- Não saia a pé em dias de tempestades, quando ocorram raios;

- Leve sempre algum alimento;

- Leve agasalho e roupas impermeáveis;

- Traga sempre seu lixo de volta;

- Use repelentes caso queira, porem evite usa-los se for entrar nos rios. Assim como outros produtos químicos, shampoo, bronzeadores e etc;

- Você sabe se é alérgico a picadas de abelhas, vespas e outros insetos? Certifique-se. Em caso afirmativo, é importante dispor de antialérgico para o caso de necessidade;

- Lembre-se que você está num santuário, casa dos animais e plantas. Cultive o silencio e a contemplação ao longo dos trajetos, será revigorante escutar a natureza.

É uma trilha curta e tem por objetivo verificar este monumento natural de arenito. Possui uma vista ampla para o vale do Pitoco e é de dificuldade intermediaria. Pode ser feita em 1 hora.


Recomendações úteis para trilhas e passeios na propriedade:

- Por ser um local de grande humidade, é necessário o uso de botas de cano alto. Galochas de borracha são ideais;

- Lembrar que por ser próximo aos pontos mais altos do Estado, a temperatura pode cair rapidamente, então sempre leve roupas impermeáveis, agasalho e meias extras;

- Em dias de chuva não cruze rios, o volume de água aumenta ocasionando riscos à travessia;

- Não saia a pé em dias de tempestades, quando ocorram raios;

- Leve sempre algum alimento;

- Leve agasalho e roupas impermeáveis;

- Traga sempre seu lixo de volta;

- Use repelentes caso queira, porem evite usa-los se for entrar nos rios. Assim como outros produtos químicos, shampoo, bronzeadores e etc;

- Você sabe se é alérgico a picadas de abelhas, vespas e outros insetos? Certifique-se. Em caso afirmativo, é importante dispor de antialérgico para o caso de necessidade;

- Lembre-se que você está num santuário, casa dos animais e plantas. Cultive o silencio e a contemplação ao longo dos trajetos, será revigorante escutar a natureza.

São trilhas de grau de dificuldade alta com necessidade de pernoite. Conduzem à extremidade dos vales da Africana e do Rio Campo Novo do Sul e são realizadas apenas com o intuito de pesquisa e monitoramento das áreas.


Recomendações úteis para trilhas e passeios na propriedade:

- Por ser um local de grande humidade, é necessário o uso de botas de cano alto. Galochas de borracha são ideais;

- Lembrar que por ser próximo aos pontos mais altos do Estado, a temperatura pode cair rapidamente, então sempre leve roupas impermeáveis, agasalho e meias extras;

- Em dias de chuva não cruze rios, o volume de água aumenta ocasionando riscos à travessia;

- Não saia a pé em dias de tempestades, quando ocorram raios;

- Leve sempre algum alimento;

- Leve agasalho e roupas impermeáveis;

- Traga sempre seu lixo de volta;

- Use repelentes caso queira, porem evite usa-los se for entrar nos rios. Assim como outros produtos químicos, shampoo, bronzeadores e etc;

- Você sabe se é alérgico a picadas de abelhas, vespas e outros insetos? Certifique-se. Em caso afirmativo, é importante dispor de antialérgico para o caso de necessidade;

- Lembre-se que você está num santuário, casa dos animais e plantas. Cultive o silencio e a contemplação ao longo dos trajetos, será revigorante escutar a natureza.

Galeria de Fotos

newgallery (2)
galeria (6)
galeria (5)
galeria (4)

Nas Redondezas

Nº23 - RPPN - Grande Floresta das Araucárias (GFA)

As araucárias são árvores pioneiras, anteriores a vida animal, a conífera ancestral.